Networking de Alto Impacto com Presença Digital

O mundo corporativo possui uma série de jargões e termos técnicos que invariavelmente se espalham pela sociedade em geral. Muitas vezes esses termos acabam sendo utilizados à exaustão e até desvirtuados. De um lado existem críticas ao excesso de neologismos, mas o fato é que muitos deles conseguem resumir conceitos complexos em um único termo. Certamente Networking é um destes termos.

Porém antes de relacioná-lo à Presença Digital é importante compreender melhor o seu significado. Para isso vamos fazer um exercício. Imagine as duas situações a seguir:

Um indivíduo que tenha formação técnica, especializações, MBA, muito conhecimento teórico e domínio operacional, enfim, é um excelente especialista em sua área de atuação, mas possui poucos amigos e raramente aumenta sua rede de relacionamentos.

Um outro sujeito que tem apenas formação como bacharel, possui conhecimento técnico e operacional limitado e generalista, mas administra cuidadosamente uma grande rede de relacionamentos pessoais e profissionais.

Pense com calma e me diga: Qual destes dois personagens tem mais chance de ser muito bem sucedido pessoal e profissionalmente?

A prática tem nos mostrado que na maioria das vezes, o sucesso pessoal e profissional é conseguido e mantido com mais facilidade por indivíduos que possuem boas redes de relacionamentos ativos. O tão comentado Networking.

 

O que significa Networking?

Como a própria palavra já denota (net + work) é a arte de conhecer pessoas e cultivar relacionamentos. Utilizando bem o Networking podemos ter informações, ensinamentos, ajudas, amizades, oportunidades, parcerias e negócios com muito mais facilidade e rapidez. Para se dedicar a esta atividade é necessário ser, ao mesmo tempo, usuário e fornecedor de tempo, boa vontade, solidariedade, recursos e conhecimento.

Quem está ativo no mercado sabe que praticar o Networking não é fácil, pois demanda tempo, habilidade e disciplina. E antes de tudo, requer do praticante educação, sutileza, disponibilidade e ética. O Networking somente funciona plenamente quando se comporta como uma via de mão dupla, onde todos informam suas necessidades, solicitam ajuda e compartilham conhecimento de forma clara e objetiva.

 

A gestão do Capital Social é importante

Entende-se como Capital Social o conjunto de coisas intangíveis, importantes para o cotidiano das pessoas conectadas que compõem uma unidade social (grupo, comunidade, organização). Dessa forma, o primeiro passo para um bom Networking é gerenciar o seu capital Social.

Possuir uma boa rede de contatos relevantes é bem diferente de apenas uma enorme lista de amigos. Essa rede de contatos irá lhe fornecer “pessoas-meio”, ou seja, aqueles que podem lhe apresentar aos indivíduos que você realmente deseja ter contato. Existem 3 tipos de pessoas-meio: os informantes, os intermediários e os influenciadores, cada qual possui formas diferentes de aproximá-lo de seu alvo.

O relacionamento é o combustível que alimenta o Networking. Nesse sentido as redes sociais representam um ambiente acessível para essa tarefa. Aqui é onde a sua Presença Digital pessoal bem planejada e aplicada vai fazer a diferença. Os ambientes digitais representam uma oportunidade excelente, sobretudo às pessoas mais tímidas, pois a abordagem indireta previne os constrangimentos e dificuldades de um primeiro contato face a face.

 

Administrar relacionamentos

É fundamental entender que não basta apenas criar seus perfis nas principais redes e “esperar acontecer”. Se a tarefa de administrar relacionamentos já não era fácil no mundo offline, ela torna-se ainda mais complexa com a multiplicação de canais disponíveis. Procure utilizar apenas os canais mais relevantes para sua atuação, isso vai evitar o desperdício de energia em ambientes pouco produtivos para o Networking.

Mantenha sempre os perfis atualizados e publique conteúdo útil e relevante com frequência. Uma dica importante é sistematizar essa tarefa, mantendo um “Diário de Bordo” que permita registrar todos os tipos de interações promovidos em cada canal. Existem boas ferramentas disponíveis para executar esse acompanhamento constante, mas o bom e velho Excel também pode ser utilizado para essa função.

Também é muito importante conhecer pessoas novas, fora dos círculos mais próximos como os de família e colegas de trabalho, afinal a matéria-prima que fomenta o Networking são as pessoas desconhecidas. Para isso eventos, congressos e feiras de sua área de interesse sempre foram excelentes oportunidades de te colocar frente a frente com boa parte do mercado que deseja atingir.

Essa realidade se modificou bastante nos últimos meses devido ao distanciamento social exigido pela pandemia de covid-19. Ao invés de lamentar, o momento é de buscar novas possibilidades e recursos. Muitos eventos e congressos já estão ocorrendo em canais digitais, inclusivo disponibilizando recursos para fazer Networking virtual. Se bem executado, esse Networking virtual tem grande potencial de gerar relacionamento profissional presencial. Mais do que nunca as possibilidades de unir online e offline se multiplicam. Uma grande vantagem competitiva nos dias de hoje é saber usar o melhor de cada ambiente no momento certo.

Tercio Coronado

View posts by Tercio Coronado
Especialista em Negócios Digitais, Data Analytics e autor do livro Presença Digital