A Fundação Vanzolini, com quem a IRON tem uma longa parceria, está fazendo uma campanha junto das empresas certificadas na norma ISO9000 para alertá-las sobre a perda da certificação para quem não fizer a transição para a nova versão até 31 de agosto de 2018.

No seminário despertou muita inquietação a informação de que apenas em torno de 35% das empresas certificadas na norma versão 2008 tinham feito a migração para a versão 2015 até o final do mês de junho.

Quem perder o prazo e quiser ter a certificação novamente deverá fazer todo o processo de certificação como se nunca tivesse sido certificada.

Chama a tenção esta falta de interesse pois houve um prazo de 3 anos para realizar a transição. A pergunta que fica é se se trata de desinteresse mesmo ou é mais uma das consequências da crise pela qual estamos passando? A conferir.

Compartilhe nas suas redes sociais:

Perfil do Colunista

Cristian Welsh Miguens
Cristian Welsh Miguens
Cristian Welsh Miguens foi Presidente do IBCO-Instituto Brasileiro dos Consultores de Organização e Delegado diante do ICMCI; é sócio Diretor da IRON Consultoria; foi Professor da Escola de Negócios da Universidade Anhembi Morumbi em São Paulo.