Gestão da Qualidade (ISO 9000)

O moderno conceito de qualidade visa o atendimento, como requisito mínimo, às especificações do Cliente ou, por outras palavras, torna o cliente o centro de todas as atenções e a volta do qual gravita o novo conceito.

No entanto, para que seja possível atender as especificações do cliente e produzir com qualidade, torna-se necessário gerenciar os processos com qualidade.

Tornou-se necessário encontrar um consenso mundial que permitisse a padronização dos procedimentos e que fosse por todos aceito.

Desta forma, a ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL PARA A NORMATIZAÇÃO (INTERNACIONAL ORGANIZATION FOR STANDARDIZATION – ISO – ) através de seu comitê Técnico ISO/TC 176 iniciou em 1976, estudos comparativos das diversas normas de sistemas da garantia da qualidade, principalmente as européias e norte americanas, tendo resultado na publicação, em 1987, na primeira série de Normas Internacionais ISO 9000.

As Normas Internacionais ISO 9000 são Normas Contratuais, isto é, aplicáveis em situações contratuais que exijam demonstração de que a empresa fornecedora é administrada com qualidade.

Por outras palavras, poderíamos dizer que elas visam dar garantia ao cliente/consumidor de que a empresa fabricante /fornecedora possui um sistema de Garantia da Qualidade em pleno funcionamento, assegurando assim a qualidade do produto/serviço.

Poderíamos ainda, defini-la como sendo a principal ferramenta de segurança dos usuários de determinado produto/serviço quanto ao nível de qualidade que eles podem esperar do fornecedor.

Muitos países em todo o mundo já adotaram as Normas ISO 9000 como normas nacionais entre eles o Brasil.

A Norma Internacional série ISO 9000 poderia ser resumida da seguinte forma:

DIGA O QUE FAZ:
isto é, defina a sua política da qualidade, os seus objetivos, autoridades, responsabilidades e escreva os seus procedimentos operacionais.

FAÇA O QUE DIZ:
trabalhe de acordo com a política e objetivos estabelecidos e conforme os procedimentos escritos.

PROVE QUE FAZ O QUE DIZ FAZER:
ou seja, mantenha registros eficientes.

VERIFIQUE COMO ESTÁ O SISTEMA:
efetuando auditorias internas da qualidade, tomando as ações preventivas/corretivas necessárias e realizando acompanhamento das mesmas.

Certificação
É importante esclarecer que a certificação ISO 9000 não significa, necessariamente a plena satisfação do cliente ao adquirir um produto ou serviço.

A certificação demonstra a estruturação de um sistema da Qualidade. Em outras palavras, que as atividades relativas à fabricação de um produto ou realização de um serviço estão dispostas a assegurar um determinado nível de Qualidade constante que, pode não estar afinado com as características do produto ou serviço que o mercado consumidor espera.

A certificação por si só não garante que, ao se fazer a primeira compra de determinado produto ou serviço, o mesmo atenda as necessidades esperadas e muitos menos supere as expectativas como prega a Qualidade Total.

De qualquer forma uma empresa certificada pelas Normas ISO já possui um grande diferencial, pois o consumidor que adquiriu um produto ou serviço dessa empresa e portanto conhece o nível de qualidade oferecido, tem assegurada a sua manutenção numa futura aquisição porque sabe que é o resultado de um processo controlado.

As revisões da Norma ISO 9000 colocaram a melhoria contínua como um princípio. Disto decorre que as empresas certificadas não se mantenham no mesmo padrão de qualidade junto aos seus clientes e sim que procurem melhorá-lo constantemente.

  • Assessoria na Certificação de Indústria, Comércio e Prestação de Serviços
  • Procedimentos e Instruções de Trabalho
  • Auditorias
  • Qualificação de Fornecedores
  • Treinamento para equipes internas e Representante da Direção
  • Migração para nova versão ISO 9001-2015
Contatos IRON

eMail: iron@ironconsultoria.com.br

Cel: +55 11 99111-4977

Redes Sociais